Setor de serviços dos EUA cresce em janeiro, mostra ISM

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015 13:23 BRST
 

NOVA YORK (Reuters) - O crescimento do setor de serviços dos Estados Unidos foi mais forte que o esperado em janeiro, apesar de ter permanecido perto da mínima de seis meses após forte queda no índice de emprego, mostrou o Instituto de Gestão de Fornecimento (ISM, na sigla em inglês) nesta quarta-feira.

O ISM informou que seu índice de serviços ficou em 56,7 em janeiro, um pouco acima da leitura revisada de 56,5 em dezembro. Analistas esperavam leitura de 56,3, de acordo com pesquisa da Reuters.

O índice de emprego da pesquisa caiu para 51,6, ante 55,7, enquanto dois outros componentes, o de preços e o de encomendas, ficaram abaixo do nível de 50 --que separa expansão de contração-- pelo segundo mês consecutivo. Um terceiro componente, de importações, entrou em território de contração pela primeira vez desde fevereiro de 2014.

O aumento no índice global veio da forte recuperação na atividade empresarial. Este subíndice subiu para 61,5, seu maior patamar desde setembro, ante 58,6 em dezembro.

(Por Ryan Vlastelica)