Vendas de carros na Europa devem crescer 2,1% em 2015, diz indústria

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015 16:25 BRST
 

BRUXELAS (Reuters) - As vendas de automóveis europeus devem subir 2,1 por cento neste ano, menos da metade do ritmo de 2014, previu nesta quarta-feira a Associação Europeia de Fabricantes de Automóveis (ACEA, na sigla em inglês).

A pesquisa feita pela IHS Automotive prevê vendas de automóveis novos aumentando mais fortemente na Itália e na Espanha, seguidas pela Alemanha, Grã-Bretanha e por outras nações do sul da Europa, onde a demanda reprimida é maior.

"Recebemos o ano com otimismo cauteloso", disse o presidente da ACEA Carlos Ghosn, também presidente-executivo da Renault Nissan.

As vendas de automóveis novos na Europa - definida por ACEA de forma ampla, considerando a União Europeia mais a Noruega e a Suíça - cresceram 5,7 por cento em 2014, primeiro ano de crescimento desde a crise financeira. Dezembro marcou o décimo-sexto mês consecutivo de expansão anual.

Mesmo com os 12,55 milhões de licenciamentos, as vendas de carros novos ainda estão bem abaixo de seu pico de cerca de 16 milhões de unidades de 2007.

Ghosn disse que um dos segmentos mais promissores são os utilitários leves esportivos (SUVs), conhecidos como crossovers.

(Reportagem de Philip Blenkinsop)