Mais minas de minério de ferro na China devem fechar em 2015, diz executivo

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015 07:19 BRST
 

PEQUIM (Reuters) - Cerca de um terço das minas de minério de ferro da China interromperam a produção, patamar que pode subir para até 45 por cento até o fim deste ano se o preço da matéria-prima de siderúrgicas ficar abaixo de 70 dólares a tonelada, disse um executivo local do setor de mineração nesta quinta-feira.

"Acho que vai ficar pior e pior", disse Pan Guocheng, presidente da China Hankiing Group, durante um evento do setor em Pequim.

Pan disse que cerca de um terço das mineradoras da China interrompeu a produção em janeiro e que a produção atual está em cerca de 70 por cento da capacidade total.

Segundo o Morgan Stanley, 52 milhões de toneladas da produção chinesa foram eliminadas no ano passado, levando a produção total do país no ano passado para cerca de 345 milhões de toneladas.

A Associação de Ferro e Aço da China disse que a oferta de minério de ferro chinesa deve cair em 70 milhões de toneladas neste ano e as importações avançarem 7,1 por cento para atingir 1 bilhão de toneladas pela primeira vez.

Uma estratégia controversa das gigantes da mineração Vale (VALE5.SA: Cotações), BHP Billiton (BHP.AX: Cotações) BHP.L e Rio Tinto (RIO.AX: Cotações) (RIO.L: Cotações) para saturar o mercado chinês com minério importando e pressionar mineradoras locais derrubou os preços em mais da metade no ano passado.

(Reportagem de David Stanway)