Perspectiva de crescimento da zona do euro tem leve melhora, diz Comissão Europeia

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015 09:20 BRST
 

Por Jan Strupczewski

BRUXELAS (Reuters) - As perspectivas econômicas da zona do euro estão melhores agora do que há três meses graças ao preço do petróleo mais barato, ao euro mais fraco e ao programa de estímulo do Banco Central Europeu (BCE), informou a Comissão Europeia nesta quinta-feira.

O braço executivo da União Europeia (UE) elevou suas projeções para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) nos 19 países que compartilham o euro para 1,3 por cento neste ano, ante estimativa de 1,1 por cento em novembro, e para 1,9 por cento em 2016, sobre a expansão de 1,7 por cento calculada antes.

O crescimento no ano passado foi de 0,8 por cento, segundo a Comissão.

"A perspectiva econômica da Europa é um pouco melhor hoje do que quando apresentamos nossas previsões anteriores", disse o comissário para Assuntos Financeiros e Econômicos, Pierre Moscovici, referindo-se às projeções divulgadas no começo de novembro de 2014.

O crescimento também se beneficiará da recuperação nos investimentos, que devem crescer 2,0 por cento neste ano ante 2014 e 4,4 por cento em 2016, impulsionados pelas medidas de estímulos do BCE e pelo plano de investimento de 315 bilhões de euros (358 bilhões de dólares) da UE.

O investimento cresceu apenas 0,9 por cento em 2014.

"A queda nos preços do petróleo e o euro mais barato estão fornecendo um bem-vindo impulso para a economia da UE. Ao mesmo tempo, o plano de investimento para a Europa e as recentes decisões importantes do BCE vão ajudar a criar um cenário mais favorável a reformas e políticas fiscais inteligentes", disse ele.

(Por Jan Strupczewski)

 
Escultura do logo do euro em frente ao Banco Central Europeu, em Frankfurt. 26/10/2014 REUTERS/Ralph Orlowski