Gol tem recuo na receita por passageiro do 4º tri

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015 11:05 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A companhia aérea Gol teve receita por passageiro menor no quarto trimestre de 2014 contra um ano antes, com a redução do indicador que mede os preços de passagens aéreas (yield).

A companhia divulgou nesta quinta-feira que a receita líquida de passageiros por assentos-quilômetro oferecidos (Prask) recuou 5,1 por cento de outubro a dezembro último na comparação anual, com redução de 9,8 por cento do yield.

No quarto trimestre, houve crescimento de 3,8 por cento da oferta do sistema total e avanço de 9,1 por cento da demanda, com a taxa de ocupação em 78,7 por cento.

Em dezembro apenas, a oferta do sistema total da Gol subiu 6,3 por cento e a demanda avançou 11,3 por cento na comparação anual, com a taxa de ocupação fechando no mês em 78,9 por cento.

O crescimento da oferta registrado em dezembro foi puxado principalmente pelo mercado de voos internacionais da companhia, com aumento de 20,5 por cento, diante de alta de 4,5 por cento do mercado de voos domésticos.

Por sua vez, a demanda por voos internacionais subiu 21 por cento no mesmo mês, enquanto que a por voos domésticos avançou 10,2 por cento.

A Gol encerrou 2014 com um total de 40 milhões de passageiros transportados nos mercados doméstico e internacional, avanço de 9,5 por cento sobre 2013.

A receita operacional por assento quilômetro-oferecido (Rask) no ano passado subiu 12,2 por cento, para 20,3 reais, cumprindo a projeção de crescimento igual ou maior que 10 por cento, acrescentou a Gol.

O Prask de 2014 subiu 11,3 por cento, impulsionado pela taxa de ocupação doméstica, que ficou a 77,8 por cento, uma expansão de 7 pontos percentuais.

(Por Priscila Jordão)