Pedidos de auxílio-desemprego nos EUA sobem menos que o esperado

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015 11:43 BRST
 

WASHINGTON (Reuters) - O número de norte-americanos que entraram com novos pedidos de auxílio-desemprego cresceu menos que o esperado na semana passada, sinal de que o mercado de trabalho continua se fortalecendo.

Os pedidos iniciais de auxílio-desemprego subiram em 11 mil, para 278 mil em dado ajustado sazonalmente na semana encerrada em 31 de janeiro, informou o Departamento do Trabalho nesta quinta-feira.

O aumento deixou intacta a maior parte da forte queda da semana anterior, que havia levado o número de pedidos ao menor nível desde abril de 2000. Os pedidos para a semana encerrada em 24 de janeiro foram revisados para mostrar 2 mil a mais do que o informado anteriormente.

Economistas haviam projetado que os pedidos subiriam para 290 mil na semana passada.

A média móvel de quatro semanas, considerada medida melhor das tendências do mercado de trabalho já que elimina a volatilidade semanal, caiu em 6,5 mil na semana passada, para 292.750.

(Por Lucia Mutikani)