IGP-DI acelera alta a 0,67% em janeiro, com forte alta de preços ao consumidor

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015 08:35 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - O Índice Geral de Preços-Disponibilidade Interna (IGP-DI) acelerou a alta a 0,67 por cento em janeiro, após avançar 0,38 por cento no mês anterior, pressionado por preços administrados e alimentos.

A expectativa em pesquisa da Reuters era de que o IGP-DI avançasse 0,75 por cento em janeiro segundo a mediana de 25 projeções, que variaram de alta de 0,58 a 0,99 por cento.

No mês passado, o Índice de Preços ao Consumidor (IPC-DI) --corresponde a 30 por cento do IGP-DI-- acelerou a alta a 1,73 por cento, contra 0,75 por cento em dezembro, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV) informou nesta sexta-feira.

O item Alimentação apresentou inflação de 1,64 por cento no mês passado, após subir 1,06 por cento em dezembro, enquanto que os grupos Habitação e Transportes subiram mais de 2 por cento cada. Como ocorre normalmente nesta época do ano, Educação foi a maior alta, 4,15 por cento, depois de subir 0,89 por cento no mês anterior.

Ainda segundo a FGV, o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA-DI) subiu 0,23 por cento em janeiro após alta de 0,30 por cento no mês anterior. O índice responde por 60 por cento do IGP-DI.

Por sua vez, o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC-DI), que representa 10 por cento do IGP-DI, subiu 0,92 por cento no mês passado, ante variação positiva de 0,08 por cento em dezembro.

Também nesta manhã, o IBGE divulga o IPCA de janeiro, com expectativa de alta de mais de 1 por cento no mês e de que ultrapasse 7 por cento no acumulado em 12 meses diante do reajuste de tarifas públicas.

O IGP-DI é usado como referência para correções de preços e valores contratuais. Também é diretamente empregado no cálculo do Produto Interno Bruto (PIB) e das contas nacionais em geral.

(Por Patrícia Duarte)