IPCA sobe 1,24% em janeiro, maior alta em 12 anos, e supera 7% em 12 meses

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015 11:08 BRST
 

Por Rodrigo Viga Gaier e Patrícia Duarte

RIO DE JANEIRO/SÃO PAULO (Reuters) - Afetada pelas tarifas de energia elétrica e transportes, além de alimentos, a inflação oficial brasileira saltou mais de 1 por cento em janeiro, no maior avanço em 12 anos, colocando pressão sobre o Banco Central na luta para conter a alta dos preços.

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) subiu 1,24 por cento no mês passado, contra alta de 0,78 por cento em dezembro, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira.

Trata-se do maior avanço desde fevereiro de 2003 (+1,57 por cento), no início do governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Com isso, em 12 meses, o IPCA acumulou alta de 7,14 por cento até janeiro, o maior desde setembro de 2011 (7,31 por cento) e superando em muito o teto da meta do governo --de 4,5 por cento, com margem de 2 percentuais para mais ou menos. Em 2014, o índice subiu 6,41 por cento

Os números vieram exatamente em linha ao previsto por analistas em pesquisa Reuters.

"Dessa vez a seca se disseminou, piorou a qualidade dos produtos e trouxe ainda aumento na taxa de água e de energia... itens muito importantes para o consumidor", disse a economista do IBGE, Eulina Nunes dos Santos.

^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^   Continuação...

 
Consumidora paga por produtos no Mercado Municipal em São Paulo. 10/10/2014 REUTERS/Nacho Doce