Índice bate máxima em sete anos após dado de emprego dos EUA

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015 15:14 BRST
 

Por Alistair Smout e Blaise Robinson

LONDRES/PARIS (Reuters) - O principal índice europeu de ações bateu durante a sessão a máxima em sete anos e fechou em alta nesta sexta-feira, anulando perdas vistas mais cedo após números robustos sobre o mercado de trabalho dos Estados Unidos indicarem força na maior economia do mundo.

O índice FTSEurofirst 300, que reúne os principais papéis do continente, subiu 0,19 por cento, a 1.490 pontos, após bater 1.492 pontos na máxima da sessão, maior nível em sete anos.

A economia norte-americana criou 257 mil vagas de trabalho fora do setor agrícola no mês passado, acima das projeções de 234 mil em pesquisa da Reuters, enquanto os dados para novembro e dezembro foram revisados para mostrar geração de 147 mil postos a mais do que o informado previamente.

Os salários nos EUA também se recuperaram com força.

"Houve melhora generalizada nos indicadores econômicos dos EUA, o que realmente alivia preocupações com a possibilidade de desaceleração em janeiro", disse o analista da IG Chris Beauchamp.

"Deveríamos nos sentir encorajados, especialmente com o forte crescimento da renda", acrescentou.

Contudo, investidores continuaram cautelosos sobre a Grécia, onde papéis dos principais bancos Alpha, Piraeus e National tiveram forte queda após sofrerem rebaixamentos à luz de um impasse entre o novo governo e os credores do país.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,18 por cento, a 6.853 pontos.   Continuação...