China priorizará produtores dos principais cultivos para subsidiar máquinas

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015 09:37 BRST
 

PEQUIM (Reuters) - A China vai dar prioridade aos produtores de culturas fundamentais, bem como algodão e açúcar, nas mudanças em seu sistema de subsídio a máquinas agrícolas, que se destina a garantir a autossuficiência alimentar em meio ao declínio da força de trabalho no campo, afirmou um jornal estatal.

Manter a segurança alimentar tem sido uma das prioridades políticas da China há vários anos, na medida em que a rápida urbanização engole terras aráveis e reduz o número de trabalhadores rurais.

Pequim destinou 120 bilhões de iuanes (19,210 bilhões de dólares) para subsídios a máquinas agrícolas desde 2004, apoiando a aquisição de mais de 35 milhões de unidades, afirmou o Diário do Povo.

Mas o governo pretende reduzir as categorias incluídas no regime ao longo dos próximos três anos para 137 itens, ante 175, para priorizar a mecanização total das suas culturas mais importantes, disse Li Weiguo, diretor do departamento de mecanização do Ministério da Agricultura ao jornal.

(Reportagem de Dominique Patton)