OCDE vê sinais de aceleração econômica na zona do euro

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015 10:18 BRST
 

PARIS (Reuters) - As perspectivas de crescimento econômico melhoraram em regiões importantes da zona do euro, de acordo com o indicador da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) publicado nesta segunda-feira.

O indicador, que tem o objetivo de detectar pontos de virada nas principais economias, sinalizou crescimento estável na maioria das grandes economias e sinais de uma retomada dentro da zona do euro na Alemanha, Itália e Espanha, disse a OCDE.

"Os CLIs (indicadores) apontam ímpeto de crescimento estável também na região da OCDE como um todo e em algumas das principais economias, incluindo Estados Unidos, Canadá, Japão, China e Brasil", disse a OCDE.

"No Reino Unido, o CLI indica atenuação na dinâmica de crescimento, embora ante níveis relativamente altos."

Para a Índia, o indicador apontou crescimento firme, enquanto na Rússia continuou a indicar perda de impulso do crescimento, segundo a OCDE.

Em relação à média de longo prazo de 100, a leitura para a zona do euro permaneceu em 100,6 na mais recente pesquisa mensal. Após vários meses de queda, o dado da Alemanha subiu a 99,7 contra 99,6 no mês anterior. A leitura da Itália avançou para 101,0, sobre 100,9.

Para a OCDE como um todo, o índice avançou a 100,5, sobre 100,4, com o dado para os EUA estável em 100,4. A leitura da China subiu a 99,3 ante 99,1 e a da Índia indo a 99,4 sobre 99,3.

O número da Rússia caiu a 99,4 ante 100,0, enquanto o da Grã-Bretanha caiu a 100,2 cotra 100,3.

(Reportagem de Brian Love)