BG antecipa projeto de recuperação após baixa contábil de US$6 bi

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015 11:41 BRST
 

LONDRES (Reuters) - O grupo britânico BG antecipou em quase um mês o trabalho do novo presidente-executivo Helge Lund, após divulgar uma baixa contábil de 6 bilhões de dólares na semana passada, que mostrou a enorme tarefa que terá pela frente para recuperar a companhia.

A empresa tem sofrido com redução de reservas de gás no Egito, que levaram a um alerta de resultado no ano passado antes mesmo do colapso dos preços do petróleo ter reduzido significativamente o valor de alguns de seus outros ativos.

Para piorar as coisas, as dificuldades ocorrem durante uma turbulência na gestão da companhia. Lund é o terceiro da empresa em muitos anos e a empresa chegou a ficar sem presidente-executivo durante quase doze meses, após Chris Finlayson deixar a empresa, na sequência de um alerta de resultado.

Lund, que deveria iniciar seus trabalhos na BG em 2 de março, vai assumir o posto imediatamente.

A BG foi forçada a cortar três vezes suas estimativas de produção em 18 meses que resultou no alerta de lucro em 2014. A empresa agora projeta alta de até 14 por cento na produção e 650 mil a 690 mil barris por dia em 2015, com aumento de atividade em novos projetos no Brasil e na Austrália.

(Por Karolin Schaps)