Exportação de café verde do Brasil cresce 11,5% em janeiro; receita dispara

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015 16:05 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A exportação de café verde do Brasil em janeiro somou 2,765 milhões de sacas de 60 kg, aumento de 11,5 por cento na comparação com o mesmo mês de 2014, informou nesta segunda-feira o Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (Cecafé).

Foi o maior volume de café verde exportado pelo Brasil em janeiro desde 2011, pelo menos, segundo dados do Cecafé.

As exportações de café arábica aumentaram 2,3 por cento, para 2,42 milhões de sacas, enquanto os embarques de café robusta triplicaram para 229,2 mil sacas.

O volume total exportado pelo Brasil (incluindo o equivalente em café torrado e moído e solúvel) somou 2,97 milhões de sacas, alta de 6,8 por cento na comparação anual.

As receitas com as exportações brasileiras de café no primeiro mês deste ano registram um incremento de 53,3 por cento na mesma comparação, para 590,641 milhões de dólares, o maior faturamento dos últimos quatro anos para o período.

Além do volume maior exportado, os preços estão 43,6 por cento acima dos vistos em janeiro de 2014, atingindo 198,90 dólares por saca no mês passado.

"As exportações de café mantêm-se próximas de 3 milhões sacas, volume médio observado em 2014, a despeito de já estarmos no período da entressafra", destacou o diretor-geral do Cecafé, Guilherme Braga.

O Brasil, maior produtor e exportador global, deverá começar a colheita da nova safra de arábica em meados do ano.

Nos últimos 12 meses, terminados em janeiro de 2015, as exportações de totais alcançam 36,6 milhões de sacas, com uma receita acumulada de 6,8 bilhões de dólares, média de 185,70 dólares por saca/equivalente, acrescentou o Cecafé.

(Por Roberto Samora)