Wall St fecha em queda por preocupações com Grécia e China

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015 20:19 BRST
 

Por Sinead Carew

NOVA YORK (Reuters) - Os principais índices acionários dos Estados Unidos fecharam em queda nesta segunda-feira, com os investidores preocupados com as negociações da dívida grega e com dados decepcionantes da economia chinesa.

O índice Dow Jones caiu 0,53 por cento, a 17.729 pontos, enquanto o S&P 500 teve perda de 0,42 por cento, a 2.046 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq caiu 0,39 por cento, a 4.726 pontos.

Depois do forte desempenho na semana passada, nove dos dez setores do S&P fecharam em queda nesta segunda-feira, com saúde e serviços públicos tendo os piores resultados. Apenas o setor de energia subiu um pouco, influenciado pelo aumento nos preços do petróleo.

"Eu acho que é apenas o nervosismo geral sobre a Grécia", disse o diretor de operações da Conifer Securities Rick Fier. "Quando a temporada de balanços acaba, o cenário se torna mais geopolítico."

O primeiro-ministro da Grécia, Alexis Tsipras, descartou qualquer extensão do programa de resgate internacional no domingo e anunciou medidas para reverter algumas das reformas impostas por seus credores.

As exportações da China em janeiro caíram 3,3 por cento ante janeiro de 2014, enquanto as importações despencaram 19,9 por cento, resultado muito pior do que as expectativas.

O setor de serviços públicos fechou em queda de 0,9 por cento, ampliando as perdas de sexta-feira, com os investidores preocupados com o aumento da taxa de juros.

A queda nesta segunda-feira acontece após os três índices registrarem fortes ganhos na semana passada, com o Dow Jones subindo 3,8 por cento, o maior ganho semanal desde janeiro de 2013.

Os preços do petróleo subiram pela terceira sessão consecutiva, levantando setor de energia do S&P na maior parte do dia, após a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) prever maior demanda por petróleo bruto neste ano.