Miriam Belchior assumirá Caixa, mas anúncio não será mais nesta 3a, dizem fontes

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015 17:14 BRST
 

BRASÍLIA/SÃO PAULO (Reuters) - A ex-ministra do Planejamento Miriam Belchior vai ser nomeada como nova presidente da Caixa Econômica Federal no lugar de Jorge Hereda, mas o anúncio não deve mais ocorrer nesta terça-feira, disseram à Reuters três fontes do governo federal com conhecimento do assunto.

A presidente Dilma Rousseff se reuniu com Miriam na manhã desta terça para tratar da transição na Caixa, segundo três fontes do governo. Uma dessas fontes havia dito à Reuters mais cedo, sob condição de anonimato, que a nomeação da ex-ministra ocorreria ainda nesta terça. Não ficou claro de imediato o motivo da mudança nos planos do governo para o anúncio.

As três fontes, porém, informaram que a decisão sobre a troca de comando na Caixa está tomada e Miriam deve ser oficializada como presidente do banco nos próximos dias.

Na tarde desta terça-feira, Dilma também se reuniu com Hereda para tratar da sucessão.

Uma das missões da nova presidente da Caixa será preparar o banco para uma abertura de capital, ideia levantada por Dilma no fim do ano passado, mas que ela própria disse que será um "processo demorado".

A Caixa é o maior financiador habitacional do país, com cerca de 70 por cento do mercado no país.

A ERA DO CRESCIMENTO

Hereda assumiu a presidência da Caixa em março de 2011, no lugar de Maria Fernanda Ramos Coelho, na esteira do escândalo no Banco Pan (ex-Panamericano). Dois anos antes, em meio à crise financeira global, a Caixa comprara 49 por cento do capital do Panamericano. Fraudes bilionárias no Panamericano levaram à venda do controle para o BTG Pactual.   Continuação...