Premiê da Grécia descarta extensão de resgate antes de reunião com UE

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015 21:18 BRST
 

ATENAS (Reuters) - O primeiro-ministro da Grécia, o esquerdista Alexis Tsipras, reiterou nesta terça-feira que seu governo não vai buscar uma extensão do programa de resgate de 240 bilhões de euros.

"Não importa o quanto (o ex-primeiro-ministro grego Antonis) Samaras e (o ministro das Finanças alemão, Wolfgang) Schaeuble nos peçam... não vamos solicitar uma extensão do resgate", disse ele ao Parlamento antes de um voto de confiança de seu novo governo.

"Estamos buscando uma solução política dentro da estrutura europeia."

Tsipras tem visitado algumas capitais europeias nos últimos dias em busca de apoio para sua promessa de acabar com as medidas de austeridade e reduzir parte da dívida grega antes de uma reunião de ministros das Finanças e líderes da UE na quarta-feira e quinta-feira.

O premiê grego disse que estava confiante de chegar a um acordo com os parceiros europeus, mas reiterou que seu governo não aceitará novos empréstimos ou medidas de austeridade em qualquer novo acordo.

Ele afirmou que o governo pretende usar os fundos já disponíveis para a Grécia, incluindo fundos que sobraram no programa de resgate bancário do país.

(Reportagem de Deepa Babington e Karolina Tagaris)

 
Premiê grego Tsipras faz discurso ao Parlamento. 10/02/2015.  REUTERS/Alkis Konstantinidis