Economia da China está mais sustentável agora, diz vice presidente do BC

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015 08:52 BRST
 

PEQUIM (Reuters) - A economia da China está mais sustentável agora e o consumo doméstico está subindo de forma constante, afirmou o vice-presidente do banco central chinês, Yi Gang, durante a reunião do G20 nesta semana.

As declarações de Yi foram dadas após a China registrar em 2014 o crescimento econômico mais lento em 24 anos, com o esfriamento do mercado imobiliário, desaceleração do investimento e recente expectativa de que as exportações fracas pesem mais sobre a demanda doméstica neste ano.

Para alimentar o crescimento e o empréstimo bancário, o banco central chinês reduziu na semana passada o volume de dinheiro que os bancos têm que manter como reservas pela primeira vez em mais de dois anos. Isso foi após o BC ter cortado inesperadamente a taxa de juros em novembro.

Autoridades de Finanças do grupo das 20 principais economias do mundo esboçaram na terça-feira um cenário incerto para o crescimento global e prometeram usar as políticas monetária e fiscal se necessário para estancar o risco de estagnação.

Yi também disse, segundo o site do banco central nesta quarta-feira, que a autoridade monetária está monitorando de perto o mercado imobiliário da China e o setor bancário sem regulação, e elevando a transparência da dívida dos governos locais.

(Reportagem de Koh Gui Qing)

 
Sombra da bandeira chinesa no banco central da China, em Pequim. 24/11/1014
REUTERS/Kim Kyung-Hoon