Wall St fecha estável com investidores aguardando notícias da Grécia

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015 20:15 BRST
 

Por Sinead Carew

NOVA YORK (Reuters) - O índice S&P 500 fechou estável nesta quarta-feira, com os investidores relutantes em fazer grandes apostas enquanto aguardavam por resultados das negociações envolvendo a Grécia e a Ucrânia, mas as ações da Apple ajudaram impulsionar o Nasdaq.

O índice Dow Jones recuou 0,04 por cento, a 17.862 pontos, enquanto o S&P 500 fechou estável, a 2.068 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq subiu 0,28 por cento, a 4.801 pontos.

O ministro das Finanças grego, Yanis Varoufakis, iniciou conversas tensas com os ministros das Finanças da zona euro na quarta-feira depois que seu novo governo de esquerda ganhou um voto de confiança do parlamento recusando a extensão do programa de resgate internacional. A diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, disse que o processo provavelmente levará tempo.

"A situação grega é a que está na linha de frente no momento. Está mantendo o dinheiro parado", disse o vice-presidente sênior da BB&T Wealth Management Bucky Hellwig.

Somando-se à incerteza do mercado, os líderes da França, Alemanha, Rússia e Ucrânia começaram negociações de paz em Belarus, enquanto na Ucrânia separatistas pró-Moscou aumentaram a pressão sobre Kiev com alguns dos piores combates da guerra.

O Nasdaq foi impulsionado no fim da sessão por um ganho de 2,3 por cento nas ações da Apple Inc, depois que o investidor Carl Icahn publicou uma carta dizendo que a fabricante do iPhone deve ser avaliada em 216 dólares. A Apple fechou a 124,88 dólares.

O setor de serviços públicos teve o pior desempenho no S&P, com os investidores deixando os papéis de alto rendimento antes de uma esperada alta na taxa de juros pelo Federal Reserve mais para frente neste ano. O índice fechou com queda de 2,4 por cento e caiu quase 8 por cento desde 28 de janeiro.

As ações da PepsiCo subiram 2,5 por cento depois que a fabricante de refrigerantes registrou um lucro trimestral melhor que o esperado e anunciou planos de recompra de ações.

Os papéis da Wal-Mart caíram 1,1 por cento e pesaram sobre o Dow Jones, depois que a empresa disse que vai fazer investimentos para expandir no Canadá.