Ucrânia vai receber US$40 bi, incluindo US$17,5 bi do FMI, diz Lagarde

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015 09:25 BRST
 

BRUXELAS (Reuters) - A Ucrânia deve receber cerca de 40 bilhões de dólares nos próximos quatro anos, sendo que cerca de metade virá do Fundo Monetário Internacional, disse a chefe do FMI, Christine Lagarde, em Bruxelas, enquanto se realizavam reuniões em Minsk para colocar fim ao conflito.

A ex-república soviética está à beira de quebrar depois de um ano de conflitos e guerra e aguardava um acordo com o FMI para destravar um pacote de ajuda maior.

Lagarde disse a repórteres que a equipe do FMI que está trabalhando em Kiev chegou a um acordo com o governo da Ucrânia sobre um novo programa econômico de cerca de 17,5 bilhões de dólares provenientes da instituição e recursos adicionais da comunidade internacional.

"Dessas várias fontes juntas, um pacote de financiamento será de um total de cerca de 40 bilhões de dólares estimados para o período de quatro anos", disse Lagarde.

O acordo, que agora necessita ser aprovado pela diretoria do FMI, foi alcançado logo depois de o governo da Ucrânia ter mostrado "uma determinação para reforma como nunca vista", disse Lagarde.

(Reportagem de Ingrid Melander)

 
Chefe do FMI, Christine  Lagarde, durante reunião em Bruxelas. 11/2/2015  REUTERS/Francois Lenoir