Índice do BC aponta queda no 4º tri e contração da economia de 0,12% no Brasil em 2014

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015 13:47 BRST
 

Por Camila Moreira

SÃO PAULO (Reuters) - A atividade econômica brasileira recuou 0,55 por cento em dezembro e encerrou o quarto trimestre e 2014 com contração, mostraram dados do Banco Central nesta quinta-feira, o primeiro resultado negativo anual desde 2009, auge da crise financeira internacional.

O Índice de Atividade Econômica (IBC-Br) do BC --considerado uma espécie de sinalizador do Produto Interno Bruto (PIB)-- apontou que o quarto trimestre fechou com queda de 0,15 por cento em relação aos três meses anteriores segundo dados dessazonalizados, depois de alta de 0,48 por cento no terceiro trimestre sobre o segundo, de acordo com os números do BC.

Para todo o ano de 2014, o indicador indicou que a economia brasileira registrou retração de 0,12 por cento.

O resultado de dezembro do IBC-Br destaca a debilidade da atividade no final do ano passado, ao mostrar enfraquecimento em relação ao dado mensal de novembro, apesar de ter sido um pouco melhor do que a mediana das 21 expectativas em pesquisa da Reuters de queda de 0,8 por cento.

O cenário do final de 2014 fica ainda pior com a revisão pelo BC do número mensal de novembro para estagnação, após variação positiva de 0,04 por cento divulgada anteriormente.

"O número reforça o quadro negativo da atividade econômica em 2014. Estes dados são compatíveis com nossa expectativa de aumento do PIB de 0,1 por cento no quarto trimestre e variação zero em 2014", apontou a consultoria Rosenberg & Associados em nota assinada pela economista-chefe Thais Marzola Zara.

Na comparação com dezembro de 2013, o IBC-Br --que incorpora estimativas para a produção nos três setores básicos da economia: serviços, indústria e agropecuária, assim como os impostos sobre os produtos-- teve queda de 0,12 por cento, também em dados dessazonalizados.

  Continuação...

 
Vista da sede do Banco Central em Brasília. 29/08/2014 REUTERS/Ueslei Marcelino