Vendas no varejo nos EUA mostram fraqueza; gastos do consumidor quase não sobem

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015 11:47 BRST
 

WASHINGTON (Reuters) - Os gastos do consumidor dos Estados Unidos quase não se recuperaram em janeiro, com famílias ainda segurando os gastos, sugerindo que o crescimento econômico foi lento no início do primeiro trimestre.

O Departamento de Comércio informou nesta quinta-feira que as vendas no varejo excluindo automóveis, gasolina, materiais de construção e serviços de alimentos subiram 0,1 por cento no mês passado, após queda revisada de 0,3 por cento em dezembro.

O chamado núcleo das vendas no varejo corresponde de forma mais próxima ao componente de gastos do consumidor do Produto Interno Bruto (PIB).

O aumento do núcleo das vendas no varejo ficou abaixo das expectativas de analistas, que projetavam ganho de 0,4 por cento.

As vendas varejistas como um todo recuaram 0,8 por cento no mês passado, devido a gastos menos com gasolina e a uma queda de 0,5 por cento nas vendas de automóveis. Foi a segunda queda mensal seguida.

(Reportagem de Lucia Mutikani)