Via Varejo mira ganho de participação de mercado em 2015

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015 17:04 BRST
 

Por Luciana Bruno

SÃO PAULO (Reuters) - A empresa de móveis e eletroeletrônicos Via Varejo quer impulsionar sua participação de mercado neste ano a partir de preços competitivos em suas lojas e com a oferta de melhores condições de financiamento, sem que isso signifique comprometer as margens de lucro da companhia.

Em teleconferência com analistas após resultados trimestrais, o presidente da empresa, Líbano Barroso, avaliou nesta quinta-feira que a Via Varejo já atingiu níveis de margens de lucro satisfatórios e "diferenciados no mercado".

Por isso, a estratégia agora será de continuar capturando diferenciais que vão melhorar a rentabilidade, mas direcionar os ganhos para a oferta de produtos mais baratos, buscando a elevação do volume de vendas.

Para a abertura de lojas, a expectativa é de 70 novos pontos em 2015, disse Líbano, acrescentando que a companhia teve um janeiro "muito bom" em vendas.

"A estratégia é oferecer o melhor sortimento de produtos a preços competitivos e melhores condições de financiamento. São boas perspectivas para o primeiro trimestre", disse Líbano em entrevista à Reuters após a teleconferência com analistas.

A Via Varejo criou em novembro uma nova diretoria executiva focada em serviços financeiros, que ficará sob a responsabilidade de Felipe Negrão, então tesoureiro da companhia.

"A decisão de criar a diretoria tem a ver com a visão de que é estratégico poder apoiar as vendas oferecendo melhores condições de serviços e de financiamentos", disse o executivo.

Atualmente, 15 por cento das vendas da Via Varejo são financiadas pela companhia, que também oferece produtos como garantia estendida e seguros por meio de parceiros. Apesar da criação da diretoria, a empresa não pretende criar um negócio financeiro independente, disse Líbano.   Continuação...