Petrobras para produção em 3 campos na Bacia de Campos por inviabilidade econômica

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015 17:25 BRST
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Petrobras recebeu autorização da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) para interromper a produção da plataforma P-12, responsável pela extração de petróleo dos campos de Badejo, Linguado e Trilha, na Bacia de Campos, disseram a estatal e a autarquia.

Junto com a permissão, a agência reguladora determinou que a Petrobras apresente novos planos de desenvolvimento para as áreas até o fim do ano, com estudos para a implantação de um projeto de revitalização, sob pena de devolução das áreas.

Os três campos entraram em produção na década de 1980 e produziram média de apenas 1.569 barris de petróleo por dia no ano passado, de acordo com dados da agência reguladora.

"O investimento necessário para manter as condições de operação dessa unidade (P-12) deixou de ser atrativo face aos atuais volumes de produção", disse a Petrobras em nota nesta quinta-feira.

"A Petrobras está avaliando alternativas tecnológicas para a retomada da produção dos mesmos."

Ainda segundo a Petrobras, a parada de produção da P-12 está de acordo com o planejamento estratégico da empresa.

O pedido para a interrupção da extração de petróleo, que foi feito em junho do ano passado e autorizado pela ANP em janeiro deste ano, acontece em um momento em que o preço do petróleo está próximo de mínimas de cinco anos.

(Por Marta Nogueira)