Seadrill desiste de US$1,1 bi em encomendas da Petrobras

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015 08:16 BRST
 

OSLO (Reuters) - A Seadrill, terceira maior empresa de perfuração offshore do mundo, cortou 1,1 bilhão de dólares em encomendas da Petrobras de sua carteira de pedidos devido às dificuldades da estatal brasileira, o que levava suas ações a uma forte queda nesta sexta-feira.

Executivos do alto escalão da Petrobras, incluindo a ex-presidente executiva Graça Foster, renunciaram a seus cargos mais cedo neste mês, em meio a um bilionário escândalo de corrupção envolvendo a estatal.

A petroleira disse que pode precisar de um prazo até o fim de maio para recalcular perdas advindas do escândalo.

A Seadrill, que tinha uma carteira de pedidos de 20 bilhões de dólares ao fim do terceiro trimestre, anunciou as extensões de contrato em novembro. O anúncio trouxe alívio a investidores, já que os contratos de perfuração têm sido escassos e espaçados diante da derrocada do preço do petróleo.

"Devido aos recentes acontecimentos dentro da Petrobras, a companhia não mais acredita que os contratos serão concluídos dentro do prazo ou segundo as condições comerciais previamente aprovadas", afirmou a Seadrill.

"Consequentemente, a Seadrill irá remover 1,1 bilhão de dólares da carteira de pedidos que informou na sua divulgação de resultados do terceiro trimestre."

As taxas de equipamentos de perfuração para as principais unidades de águas ultraprofundas despencaram de um pico de 650 mil dólares ao dia há menos de dois anos para abaixo de 400 mil dólares. Analistas dizem que as taxas podem continuar a cair, com companhias de energia contendo gastos com exploração e dezenas de novos equipamentos chegando ao mercado.

(Por Balazs Koranyi)