Safra de cana do centro-sul terá leve crescimento, diz Archer

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015 15:30 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A safra de cana-de-açúcar do centro-sul do Brasil terá um crescimento de apenas 0,6 por cento no período de abril de 2015 a março de 2016, para 573,69 milhões de toneladas, ante moagem de 570,1 milhões de toneladas no período anterior, previu a consultoria Archer.

Em sua primeira estimativa da nova safra, a Archer disse que a produção de açúcar deverá atingir 32,2 milhões de toneladas, praticamente estável à da temporada anterior, de 32 milhões de toneladas.

A produção de etanol deve ser 1 por cento maior na comparação anual, para 26,3 bilhões de litros, como a melhoria das margens de lucro e maior demanda para o biocombustível induzindo usinas a destinarem mais cana na próxima temporada para o etanol.

As previsões de Archer estão em linha com as projeções do mercado para a nova safra.

Boa parte das usinas tem enfrentado crescente endividamento e retornos baixos nas vendas de açúcar e etanol nos últimos anos.

(Reportagem de Reese Ewing)