Honda desiste de meta de vender 6 milhões de carros por ano, diz CEO

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015 15:56 BRST
 

Por Maki Shiraki

ASAHIKAWA, Japão (Reuters) - A Honda desistiu do objetivo de vender 6 milhões de carros por ano até março de 2017, afirmou o presidente-executivo da montadora, Takanobu Ito, nesta sexta-feira, admitindo que os recentes problemas de qualidade podem estar ligados à pressão de cumprir a elevada meta.

"De certa forma, arquivamos a meta de venda de 6 milhões de carros", disse o executivo a jornalistas, acrescentando que a companhia estava no processo definir um novo plano de negócios.

Em outubro, Ito e 12 executivos concordaram em cortar seus salários por três meses, após a Honda anunciar o quinto recall do modelo Fit híbrido em menos de um ano desde o lançamento.

Os problemas de qualidade da Honda têm sido agravados por recalls de milhões de veículos para substituir air bags potencialmente defeituosos fabricados pela fornecedora Takata nos últimos anos.

Podendo explodir com muita força e espirrar estilhaços dentro dos carros, os infladores de air bag defeituosos da Takata fizeram com que diversas montadoras fizessem o recall de 25 milhões de carros no mundo desde 2008.

A Honda, que tem uma pequena fatia na Takata, representa mais da metade desses veículos, e no mês passado divulgou um alerta de lucro enquanto reserva mais recursos para recalls.