China precisa garantir crescimento mínimo anual de 6,5% em plano quinquenal

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015 12:46 BRST
 

XANGAI (Reuters) - A China precisa garantir um "piso" de crescimento anual de 6,5 por cento em seu 13º plano quinquenal, afirmou Xu Lin, diretor do Departamento de Planejamento da Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma, segundo o estatal China Securities Journal.

Seria a menor taxa de crescimento anual do país desde 1990.

O comentário de Xu, feito no dia 14 de fevereiro na “50ª Reunião Anual do Fórum” – um encontro de economistas chineses –, é um reconhecimento de que a China está adotando um ritmo de crescimento mais sustentável do que as taxas de dois dígitos do passado recente.

Se o Produto Interno Bruto (PIB) deste ano for de sete por cento, o “piso” para o crescimento anual do PIB no 13º plano quinquenal precisa ser de pelo menos 6,5 por cento, teria afirmado Xu segundo o China Securities Journal.

A economia chinesa cresceu 7,4 por cento em 2014, seu ritmo mais lento em 24 anos, freada pela queda nos preços dos imóveis, pela desaceleração da inflação e pela deterioração nas demandas doméstica e estrangeira.

Pequim deve revelar seu 13º plano quinquenal depois do Congresso Nacional do Povo, em março. O plano é um documento importante que delineia as prioridades nacionais e estabelece metas para o desenvolvimento econômico e social.

(Por Sue-Lin Wong)