Putin discutirá oferta de gás em visita à Hungria

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015 18:05 BRST
 

Por Vladimir Soldatkin e Marton Dunai

MOSCOU/BUDAPESTE (Reuters) - Vladimir Putin vai discutir a oferta de gás russo à Hungria quando visitar Budapeste na terça-feira, disse um assessor do presidente russo nesta segunda-feira.

A viagem será a primeira visita bilateral de Putin a um país da União Europeia desde junho de 2014, refletindo o estreitamento dos laços que irritou alguns dos aliados da Hungria na União Europeia e na Otan.

Embora essas organizações tenham se distanciado do Kremlin devido à crise na Ucrânia, o primeiro-ministro Viktor Orban disse que a Hungria não pode virar as costas para seu principal fornecedor de energia.

Em dezembro, a Rússia descartou o projeto de 40 bilhões de dólares do gasoduto de South Stream, que forneceria gás ao sul da Europa sem cruzar a Ucrânia, citando objeções da UE. A Hungria havia apoiado firmemente o projeto.

"Uma troca de opiniões acontecerá à luz disso. A Hungria ainda significa muito como um mercado para nossos hidrocarbonetos e como um possível país de trânsito", disse o assessor de Putin Yuri Ushakov a jornalistas em Moscou.

Também estará na agenda o acordo sob o qual a russa Gazprom fornece gás à Hungria, que expira neste ano.

"Não se sabe ainda se será uma extensão do acordo em vigor um novo acordo", disse Ushakov.