Orange promete conter custos para manter dividendo de 2015 estável

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015 11:35 BRST
 

PARIS (Reuters) - A operadora de telecomunicações Orange projetou que seu lucro operacional irá cair neste ano, conforme persiste a dura concorrência em seu principal mercado doméstico, a França, mas prometeu manter o controle de custos para conseguir entregar um dividendo estável.

A Orange também previu que o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) terá leve queda neste ano para entre 11,9 bilhões e 12,1 bilhões de euros, ante 12,19 bilhões de euros em 2014, embora tenha prometido continuar a focar em cortes de custos em tudo, desde quadro de funcionários a marketing, para compensar.

A Orange prometeu manter os dividendos em 0,60 euro por ação para 2014 e 2015, mesmo que o lucro atribuível no ano passado tenha caído para 0,36 euro por papel ante 0,73 euro por ação em 2013.

A receita da empresa caiu 2,5 por cento no ano passado para 39,45 bilhões de euros (44,81 bilhões de dólares), pouco acima da previsão média de 39,27 bilhões de euros entre analistas, segundo a Thomson Reuters I/B/E/S Estimates.

O Ebitda da empresa ficou em 12,19 bilhões de euros, ante estimativa média de 12,11 bilhões e meta de 12 bilhões a 12,5 bilhões de euros da própria companhia.

(Por Leila Abboud e Gwénaëlle Barzic)