França emite mandado de prisão para ex-executivos do UBS, diz fonte

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015 14:22 BRST
 

PARIS (Reuters) - Juízes franceses emitiram mandados de prisão para três ex-executivos do bancos suíço UBS UBSG.VX relativos à investigação sobre se o banco ajudou sonegadores de impostos, disse uma fonte judicial à Reuters nesta terça-feira.

Não ficou claro se os executivos trabalharam na França ou em outro lugar para o banco baseado em Zurique.

Um porta-voz do UBS recusou-se a comentar.

A França tem investigado o UBS desde julho sob suspeita de ajudar clientes ricos a deixarem de pagar impostos de 2004 a 2012.

No ano passado, uma fonte próxima à questão disse à Reuters que juízes que investigavam o caso colocaram o potencial valor da multa que o UBS deveria pagar em 4,88 bilhões de euros (5,57 bilhões de dólares), baseado seus cálculos em um total de 12,2 bilhões de euros que eles alegavam que eram detidos pelo UBS em nome de indivíduos franceses.

(Reportagem de Chine Labbe em Paris, reportagem adicional de Joshua Franklin em Zurique)