Dona do Burger King e Tim Hortons tem prejuízo trimestral, sob custos de fusão

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015 15:27 BRST
 

Por Solarina Ho

TORONTO (Reuters) - A Restaurant Brands International, formada pela aquisição da rede de cafés canadense Tim Hortons pelo Burger King no ano passado, viu um crescimento de vendas trimestral robusto em ambas as marcas, mas teve um prejuízo líquido devido a itens não-recorrentes relacionados à fusão.

A rede norte-americana Burger King comprou a Tim Hortons por 10,21 bilhões de dólares em agosto, criando o terceiro maior grupo de restaurantes fast-food do mundo. As duas redes estão sendo gerenciadas com marcas separadas e distintas sob a companhia controladora.

As vendas em lojas comparáveis cresceram 4,1 por cento na Tim Hortons e 3 por cento no Burger King, disse a Restaurant Brands.

Investidores e especialistas da indústria têm dito que os produtos de café da Tim Hortons podem ajudar o Burger King a reduzir o domínio do McDonald's no mercado de café da manhã rápido, enquanto o Burger King pode ajudar a Tim Hortons a expandir-se nos Estados Unidos e no exterior.

A Restaurant Brands, que tem mais de 19 mil restaurantes em 100 países, teve um prejuízo líquido atribuível a acionistas de 514,2 milhões de dólares, ou 2,52 dólares por ação, no quarto trimestre encerrado em 31 de dezembro, em seu primeiro resultado trimestral depois da fusão.

A companhia teve receita total de 416,3 milhões de dólares no trimestre.

(Reportagem adicional de Sneha Banerjee em Bengaluru)

 
Totem de uma loja do Burger King em Hanau. 29/08/2014 REUTERS/Kai Pfaffenbach