Em Cuba, Senadores dos EUA veem chance de fim de embargo

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015 15:33 BRST
 

Por Daniel Trotta

HAVANA (Reuters) - Três senadores do Partido Democrata dos Estados Unidos disseram durante visita a Havana nesta terça-feira que pode haver um número suficiente de republicanos para apoiar a revogação de um embargo comercial contra Cuba no Congresso dos EUA.

Os Estados Unidos e Cuba concordaram no dia 17 de dezembro em restabelecer relações diplomáticas depois de mais de cinco décadas de hostilidafe. O presidente norte-americano, Barack Obama, já iniciou a retirada de barreiras ao comércio e às viagens com Cuba.

Senadores republicanos e democratas propuseram dois projetos de lei diferentes para revogar as restrições de viagens de norte-americanos que vão a Cuba e para repelir o embargo, que já dura 53 anos.

Embora as duas propostas enfrentem uma dura oposição no Senado e na Câmara dos Deputados, ambas controladas pelos republicanos, elas contam com o apoio de alguns republicanos, como o senador Jeff Flake.

Os senadores democratas Claire McCaskill, Mark Warner e Amy Klobuchar concluíram uma viagem de quatro dias a Cuba e se mostraram otimistas com a construção de um apoio bipartidário para o fim do embargo.

 
Da esquerda para a direita, os senadores norte-americanos Amy Klobuchar, Claire McCaskill, e Mark Warner, em Cuba. 17/02/2015 REUTERS/Enrique De La Osa