Grécia divulga documentos para mostrar esforços para acalmar zona do euro

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015 11:13 BRST
 

Por Deepa Babington

ATENAS (Reuters) - A Grécia ofereceu-se para aceitar as condições de uma extensão de seus acordos de empréstimo com a zona do euro, e mesmo uma inspeção da Comissão Europeia, em uma reunião em Bruxelas na segunda-feira, mostraram documentos divulgados por Atenas.

O primeiro-ministro Alexis Tsipras tem consistentemente rejeitado qualquer sugestão de supervisão externa das finanças da Grécia pela União Europeia ou pelo Fundo Monetário Internacional (FMI), seus credores. Mas os documentos publicados nesta quarta-feira sugerem uma linha mais flexível por seu governo para acalmar os credores da zona do euro do que sua retórica contrária ao resgate tem sugerido.

Os documentos incluem declarações do ministro das Finanças, Yanis Varoufakis, em reuniões nesta semana e na passada com ministros das Finanças da zona do euro e foram divulgados em um aparente esforço para enfrentar críticas de que Atenas participou sem preparo e sem números para sustentar suas propostas.

Na reunião de segunda-feira do Eurogrupo, a Grécia estava disposta a aceitar os termos de seus acordos de empréstimo e a revisão da Comissão ao fim de um período interino. Atenas também prometeu não fazer nada para afetar seu orçamento ou pressionar por uma redução do valor de face de seus empréstimos, como havia exigido inicialmente, mostrou a declaração de Varoufakis à reunião.

 
Bandeira da Grécia e da UE em frente a um prédio em Atenas. 17/02/2015 REUTERS/Alkis Konstantinidis