Produção industrial nos EUA cresce pouco, impactada por queda em montadoras

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015 12:28 BRST
 

WASHINGTON (Reuters) - A produção industrial nos Estados Unidos cresceu levemente em janeiro e ficou estável em dezembro, em sinais possivelmente preocupantes para a economia do país, levando em conta a recente força do dólar e os mercados estrangeiros mais fracos.

O resultado vem após vários meses durante os quais pesquisas de confiança de gerentes de fábricas têm apontado uma desaceleração no crescimento.

Economistas consultados pela Reuters haviam projetado que a produção industrial cresceria 0,3 por cento em janeiro.

A produção industrial total sofreu pressão de uma queda de 0,6 por cento na produção automotiva. A atividade industrial também caiu para alimentos, bebidas e tabaco.

A produção nas minas caiu 1 por cento, um possível sinal do impacto das recentes quedas na atividade de perfuração e de serviços para poços trazidas por preços mais baixos do petróleo.

A produção industrial no geral cresceu 0,2 por cento, puxada inteiramente por um crescimento da produção de concessionárias de serviços públicos.

(Por Jason Lange)