Índice europeu de ações sobe à máxima em 7 anos por perspectiva de acordo grego

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015 15:25 BRST
 

Por Sudip Kar-Gupta

LONDRES (Reuters) - Apostas de que a Grécia chegará a um acordo com seus credores internacionais levou o principal índice europeu de ações à máxima em sete anos nesta quarta-feira, apesar da resistência da Alemanha aos termos colocados por Atenas.

O índice FTSEurofirst 300, que reúne os principais papéis do continente, subiu 0,73 por cento, a 1.515 pontos, maior nível desde o início de 2008.

A Grécia enviará na quinta-feira um pedido à zona do euro para estender um "acordo de empréstimos" por até seis meses. A Alemanha diz que Atenas precisa respeitar os termos do atual programa de resgate.

A bolsa da Grécia subiu 1,06 por cento e papéis de bancos gregos também avançaram firmemente.

Bancos gregos como o Piraeus e o National Bank of Greece figuraram entre as maiores altas do FTSEurofirst 300, subindo 4,9 por cento e 6,8 por cento, respectivamente.

"Embora a situação política na Grécia permaneça volátil, a situação econômica e financeira está mais sob controle", disse o operador de hedge fund Andreas Clenow, da ACIES Asset Management. "Ainda vejo tendência favorável para ações."

Em LONDRES, o índice Financial Times fechou estável, a 6.898 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,60 por cento, a 10.961 pontos.   Continuação...

 
17/02/2015. REUTERS/Staff/remote