FMI diz que todas as partes buscam evitar riscos ao sistema por Grécia

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015 14:25 BRST
 

WASHINGTON (Reuters) - Todas as partes envolvidas nas negociações entre a Grécia e seus parceiros europeus estão tentando minimizar os riscos à estabilidade financeira, disse um porta-voz do Fundo Monetário Internacional (FMI) nesta quinta-feira.

"Qualquer risco à estabilidade financeira pode ser minimizado e tratado, e todos estão trabalhando com muita boa-fé de todos os lados para assegurar que este será o caso", disse o porta-voz do FMI Gerry Rice sobre as negociações.

Alguns observadores alertaram que caso a Grécia não consiga acertar com seus parceiros europeus uma extensão de seis meses de seu acordo de empréstimo com a zona do euro o país pode ficar sem dinheiro e ser forçado a sair do bloco de moeda única. O acordo vence em 28 de fevereiro.

Nesta quinta-feira, o novo governo esquerdista da Grécia ofereceu importantes concessões ao pedir formalmente a extensão, mas enfrentou imediatamente fortes objeções da Alemanha.

O próprio programa de empréstimo da FMI à Grécia só acaba em março de 2016.

Embora o FMI, o Banco Central Europeu e a Comissão Europeia, conhecidos como troika, tenham anteriormente trabalhado juntos no resgate da Grécia, Rice disse que não está claro quais serão os arranjos no futuro, e recusou-se a comentar sobre as propostas da Grécia.

"O que estamos buscando... é um processo acordado que ajudará a desenvolver uma estrutura crível e forte, que é essencial para ajudar a estabilizar a atual situação e obter ou levantar o financiamento necessário", disse ele sobre o programa de empréstimo à Grécia do FMI.

(Reportagem de Anna Yukhananov)