Perfuração de poços de petróleo nos EUA deve cair mais até agosto, diz consultoria

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015 14:46 BRST
 

(Reuters) - A atividade de perfuração de poços de petróleo e gás em terra nos Estados Unidos provavelmente continuará caindo ainda por muitos meses antes de estabilizar-se em cerca de mil sondas ativas em agosto, ante mais de 1.600 sondas no fim de janeiro, disse a consultoria WoodMackenzie nesta quinta-feira.

Se os preços do petróleo mantiverem-se na faixa de 40 a 50 dólares por barril, abaixo da previsão da WoodMackenzie de 53,25 dólares por barril em média nos EUA em 2015, o número de sondas em atividade pode cair ainda mais, para menos de 900 unidades até o verão do Hemisfério Norte, no início do segundo semestre, disse a empresa em um relatório.

No entanto, a consultoria estima uma recuperação na atividade de perfuração em 2016, quando os preços do petróleo deverão ficar em média em 64 dólares por barril.

"O impacto resultante no mercado de sondas é de uma lenta mas estável recuperação, com uma entrada média de 15 novas sondas por mês até o fim de 2016", disse o diretor de pesquisa, Scott Mitchell.

(Por Jonathan Leff, em Nova York)