Índice europeu de ações fecha em alta, mas reduz ganhos após Alemanha rejeitar proposta grega

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015 16:09 BRST
 

Por Blaise Robinson

PARIS (Reuters) - O principal índice europeu de ações fechou em alta nesta quinta-feira, mesmo após reduzir ganhos depois de a Alemanha rejeitar nova proposta de Atenas por uma extensão de seu programa de resgate.

As bolsas chegaram a saltar durante a sessão, com o índice FTSEurofirst 300, que reúne os principais papéis do continente, atingindo a máxima desde o fim de 2007 após a Grécia apresentar sua proposta por uma extensão de seis meses do programa.

O índice terminou com avanço de 0,28 por cento, a 1.520 pontos.

O ministro das Finanças da Alemanha afirmou que a proposta da Grécia não era "substancial" porque não cumpria as condições do resgate da União Europeia e do Fundo Monetário Internacional (FMI). O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, havia prometido descartar essas exigências quando venceu a eleição no mês passado.

Com o programa prestes a vencer, em pouco mais de uma semana, a Grécia urgentemente precisa assegurar financiamento para além de março.

O índice grego de bancos subiu 5,4 por cento, após chegar a subir 15 por cento durante a sessão, estendendo sua recente recuperação após o tombo de 75 por cento apurado desde março de 2014.

O papel do Alpha Bank subiu 6,4 por cento, enquanto a ação do Eurobank ganhou 2,6 por cento.

"Neste ponto, investidores acreditam que mesmo que se chegue a um acordo, não significará que o 'problema grego' será resolvido", disse o operador sênior de ações do Mirabaud Securities John Plassard.   Continuação...