Petrobras terá novos planos para 3 campos maduros aprovados neste ano, diz ANP

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015 13:31 BRST
 

Por Marta Nogueira

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Petrobras terá planos aprovados neste ano para melhorar a eficiência de três importantes áreas da Bacia de Campos, os quais poderão demandar elevados investimentos no combate ao declínio da produção de campos antigos, justamente em um momento em que luta para restabelecer a confiança do mercado, com a promessa de reduzir aportes e focar no pré-sal.

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) disse à Reuters que prevê analisar e aprovar em 2015 novos Planos de Desenvolvimento apresentados pela estatal para os campos de Barracuda, Caratinga e Espadarte.

As três áreas fazem parte de uma lista da ANP de campos com alta produtividade na Bacia de Campos, mas que estão produzindo menos que o potencial porque não estariam recebendo os investimentos adequados para o desenvolvimento da produção.

A autarquia determinou, há cerca de três anos, que a petroleira revisasse os planos para essas áreas. A agência acertou com a estatal um cronograma.

Além dos três campos, outras seis áreas tiveram seus planos reformulados, desde 2013, devido às exigências da agência: Roncador, Marlim Sul, Marlim Leste, Marlim, Albacora e Pampo.

As intervenções previstas, como perfurações, instalações de equipamentos e estudos das seis áreas, já estão em vigor.

Procurada, a Petrobras não apontou os resultados práticos esperados com a implementação dos planos em cada das áreas.

Em nota, a petroleira apontou melhorias a partir do Programa de Aumento da Eficiência Operacional (Proef), gerenciado pela empresa.   Continuação...