Índice europeu de ações fecha na máxima em sete anos com expectativa por Grécia

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015 15:48 BRST
 

Por Sudip Kar-Gupta e Blaise Robinson

LONDRES/PARIS (Reuters) - O principal índice europeu de ações fechou na máxima em sete anos nesta sexta-feira, com o mercado alemão em patamares recordes, conforme ministros das Finanças da zona do euro se preparavam para outra tentativa de alcançar um acordo sobre a Grécia.

O índice FTSEurofirst 300, que reúne os principais papéis do continente, subiu 0,33 por cento, a 1.525 pontos, na máxima desde dezembro de 2007.

O índice DAX da bolsa alemã fechou no maior patamar histórico e perto da máxima intradia, de 11.081 pontos, atingida mais cedo.

O novo primeiro-ministro da Grécia afirmou nesta sexta-feira estar certo de que ministros das Finanças da zona do euro vão aceitar o pedido de Atenas pela extensão do programa de empréstimo, enquanto a Alemanha suavizou seu tom hostil.

A revista alemã Spiegel noticiou que o Banco Central Europeu (BCE) está se preparando para o caso de a Grécia deixar a zona do euro, mas a maioria dos operadores ainda sentia que isso não vai acontecer.

O índice de Atenas caiu 0,3 por cento, mas continuava acumulando alta de cerca de 20 por cento em relação às mínimas do fim de janeiro, quando o partido Syriza foi alçado ao poder nas eleições gregas. O índice bancário grego ganhou 0,75 por cento.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,38 por cento, a 6.915 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,44 por cento, a 11.050 pontos.   Continuação...