Bovespa fecha estável e acumula alta de 1% na semana, mas com baixa liquidez

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015 17:49 BRST
 

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - A Bovespa voltou a fechar perto da estabilidade nesta sexta-feira, garantindo um resultado positivo no acumulado da semana, que foi encurtada pelo feriado do Carnaval, com as negociações entre a Grécia e seus credores na zona do euro praticamente centralizando as atenções nos últimos dias.

O Ibovespa, contudo, quebrou a sequência de quatro pregões no azul, ao fechar com recuo de 0,11 por cento, a 51.237 pontos. Na semana, porém, acumulou alta de 1,19 por cento.

O volume financeiro voltou a ficar bastante abaixo da média do mês, a 3,75 bilhões de reais, ante média de 7,6 bilhões de reais.

"O mercado brasileiro operou praticamente estável nesta sexta, esperando os desdobramentos da reunião de emergência entre Grécia e os ministros de Finanças da zona do euro, com volume novamente fraco", disse o analista de renda variável Fabio Lemos, da São Paulo Investments.

Na parte da tarde, autoridades gregas e da zona do euro afirmaram que a Grécia e o Eurogrupo, que inclui os 19 ministros das Finanças do bloco monetário, prepararam um esboço de um texto comum com Atenas que pode formar a base para um acordo que estenda o pacote de resgate ao país.

No plano doméstico, a Petrobras continuou no radar, com o Ministério Público Federal pedindo 4,47 bilhões de reais ressarcimento de empreiteiras por desvios na estatal, enquanto a Moody's disse que um resgate da petroleira, num cenário extremo, poderia custar até 5 por cento do PIB.

O analista Marco Aurélio Barbosa, da CM Capital Markets, também chamou atenção em nota a clientes para a primeira audiência da empresa no caso da ação coletiva de investidores nos Estados Unidos, dizendo que o processo será outro fator de volatilidade.

As preferenciais da estatal fecharam em queda de 0,82 por cento e as ordinárias recuaram 1,04 por cento.   Continuação...