Reabertura do Fies para novos contratos deve gerar 500 mil pedidos

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015 18:49 BRST
 

Por Juliana Schincariol

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Cerca de 500 mil estudantes devem fazer pedido por novos contratos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) no primeiro semestre de 2015, apontam estimativas de entidades do setor educacional.

O sistema será reaberto para novas aplicações na segunda-feira, dia 23, após seu fechamento inesperado para entrantes, na esteira de mudanças no Fies anunciadas no fim do ano passado e que causaram forte queda nas ações de empresas de ensino superior na Bovespa.

A Federação Nacional de Escolas Particulares (Fenep) e a Associação Brasileira de Mantenedoras do Ensino Superior (Abmes) estimam para este semestre de 475 mil e ao redor de 500 mil novos interessados no Fies, respectivamente.

"A expectativa é que todos os alunos que participaram do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) em 2014 e que manifestaram interesse em aderir ao financiamento sejam contemplados com os contratos", disse o presidente da Abmes, Sólon Caldas.

Já a presidente da Fenep, Amabile Pacios, é mais cautelosa e evita fazer projeções, dizendo não ser possível ainda prever como será a aprovação dos pedidos de novos financiamentos estudantis no programa liderado pelo Ministério da Educação (MEC).

Ainda não há orçamento definido para o Fies em 2015. Em 2014, o desembolso chegou a quase 14 bilhões de reais para 1,9 milhão de estudantes, segundo dados do Fundo Nacional de Desenvolvimento para Educação (FNDE).

O número de alunos beneficiados pelo Fies no ano passado foi 24 vezes superior ao de 2010, quando o programa foi reformulado e teve o prazo de pagamento e a taxa de juro reduzida de 6,5 para 3,4 por cento ao ano.

Até o ano passado, o sistema para adesão ao Fies ficava aberto continuamente, sem prazos. Em 2015, os interessados em obter financiamento para este semestre deverão inscrever-se até 30 de abril.   Continuação...