Empresa britânica avalia desembolsar R$10,1 bi para tirar Souza Cruz da bolsa

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015 10:42 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A British American Tobacco avalia comprar todas as ações que não possui de sua controlada brasileira Souza Cruz, podendo desembolsar mais de 10 bilhões de reais se levar a ideia adiante e a operação tiver adesão maciça dos acionistas minoritários.

Em fato relevante nesta segunda-feira, a produtora brasileira de cigarros disse que sua sócia majoritária está estudando fazer uma oferta pública para aquisição de até a totalidade das ações em circulação da companhia, visando tirar a empresa da bolsa, e que pretende completar em até 30 dias todas as análises relacionadas à procedência ou não da oferta.

A British American Tobacco disse que o eventual preço a ser pago por ação da Souza Cruz será de 26,75 reais, o que representa um prêmio de 13,1 por cento sobre o valor de fechamento do papel da empresa brasileira na Bovespa na última sexta-feira.

Além disso, segundo a companhia britânica, o valor ora apresentado significa um acréscimo de 30 por cento sobre a média ponderada do preço de fechamento da ação da Souza Cruz nos três meses encerrados em 20 de fevereiro.

Em caso de a oferta ser concretizada e havendo adesão total dos minoritários, a British American Tobacco teria que gastar 10,1 bilhões de reais para adquirir as quase 380 milhões de ações da Souza Cruz que ainda não detém.

As ações da Souza Cruz abriram em forte alta na Bovespa e subiam mais de 10 por cento, se aproximando do valor da possível oferta a ser feita pela British American Tobacco.

Às 10h22, os papéis da empresa brasileira tinham ganho de 11,21 por cento, cotados a 26,30 reais, enquanto o Ibovespa caía 0,23 por cento.

(Por Priscila Jordão)

 
01/05/2014. REUTERS/Michaela Rehle