Ações asiáticas sobem após Yellen frisar flexibilidade de política monetária

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015 07:33 BRT
 

Por Lisa Twaronite

TÓQUIO (Reuters) - A maioria das ações asiáticas fechou em alta nesta quarta-feira, seguindo os ganhos de Wall Street depois que a chair do banco central dos Estados Unidos, Janet Yellen, sugeriu que o Federal Reserve não irá correr para elevar a taxa de juro.

Às 7h29 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão .MIAPJ0000PUS avançava 0,87 por cento, embora o índice japonês Nikkei .N225 tenha quebrado uma sequência de cinco dias de alta e fechado com perda de 0,1 por cento após ter alcançado máxima de 15 anos na sessão anterior.

Os papéis chineses recuaram também conforme as negociações foram retomadas após o feriado do Ano Novo Lunar, com o índice de Xangai .SSEC caindo 0,5 por cento.

As ações regionais ampliaram ganhos depois que a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI na sigla em inglês) sobre a atividade industrial da China mostrou um avanço para a máxima de quatro meses em fevereiro, embora as encomendas para exportação tenham encolhido no ritmo mais rápido em 20 meses.

Em conjunto com as declarações de Yellen, o PMI deu algum alívio a investidores preocupados com a deterioração da perspectiva global.

Yellen disse a um comitê do Senado que o Fed está se preparando para considerar elevações da taxa de juros "de reunião para reunião".

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei .N225 recuou 0,10 por cento, a 18.585 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG .HSI subiu 0,11 por cento, a 24.778 pontos.   Continuação...