Vendas de novas moradias nos EUA caem, mas permanecem perto de máximas em vários anos

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015 12:24 BRT
 

WASHINGTON (Reuters) - As vendas de novas moradias nos Estados Unidos caíram menos que o esperado em janeiro e a oferta subiu para o patamar mais alto desde 2010, sinais esperançosos para o mercado imobiliário.

O Departamento de Comércio informou nesta quarta-feira que as vendas caíram 0,2 por cento, para uma taxa anual ajustada sazonalmente de 481 mil unidades. O número de vendas de dezembro foi revisado para cima, para 482 mil unidades, o maior nível desde junho de 2008, ante 481 mil unidades.

As vendas no mês passado provavelmente foram contidas pelo mau tempo na região Nordeste, onde as vendas registraram sua maior queda desde junho de 2012.

Economistas consultados pela Reuters esperavam que as vendas de casas novas, que respondem por cerca de 9,1 por cento do mercado imobiliário, cairiam a 470.000 unidades no mês passado.

Na comparação com janeiro do ano passado, as vendas subiram 5,3 por cento.

(Por Lucia Mutikani)