Índice europeu interrompe rali e fecha em queda após resultados corporativos mistos

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015 14:38 BRT
 

Por Blaise Robinson e Francesco Canepa

PARIS (Reuters) - O principal índice europeu de ações fechou em queda nesta quarta-feira, com balanços corporativos mistos interrompendo o rali que impulsionou tanto o britânico FTSE 100 quanto o alemão DAX a novos recordes.

O índice FTSEurofirst 300, que reúne os principais papéis do continente, caiu 0,1 por cento, a 1.541 pontos, recuando da máxima em sete anos atingida na terça-feira.

O papel da companhia britânica de engenharia Weir Group figurou entre as maiores perdas, caindo 8,7 por cento, após a empresa advertir que a queda dos preços do petróleo poderia levar a uma redução significativa de sua receita em 2015.

A ação da fabricante francesa de tubos de aço Vallourec recuou 6,7 por cento após a companhia informar que pretende cortar 1,4 mil postos de trabalho em 2015, devido à queda da demanda de clientes da companhia.

Mas o mercado acionário continuava otimista. Investidores esperam um impulso advindo do programa de compras de ativos do Banco Central Europeu (BCE), conhecido como "quantitative easing", que deve começar no mês que vem.

"Com o quantitative easing do BCE por vir, os índices europeus devem continuar em um rali por enquanto", disse o operador sênior de ações do Mirabaud Securities, John Plassard.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,21 por cento, a 6.935 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,04 por cento, a 11.210 pontos.   Continuação...