Petrobras garante que não subirá preço do diesel nos próximos 6 meses, diz ministro

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015 19:54 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - A Petrobras garantiu ao governo que não aumentará o preço do diesel nos próximos seis meses, uma medida que deverá integrar um conjunto de propostas que visa convencer os caminhoneiros a encerrarem os bloqueios nas rodovias do país, disse nesta quarta-feira o ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência, Miguel Rossetto.

"A Petrobras nos informou que não haverá reajuste do diesel nos próximos seis meses", disse ele a jornalistas.

O ministro listou uma série de propostas para encerrar com o movimento dos caminhoneiros, que entrou nesta quarta-feira em seu oitavo dia, bloqueando o transporte de mercadorias em vários Estados.

Também fazem parte da proposta do governo a sanção integral da nova lei do caminhoneiro e carência de 12 meses para pagamento dos financiamentos de caminhões para novos e antigos contratos.

Rossetto condicionou a efetivação das medidas ao fim do movimento.

Os caminhoneiros reivindicam redução dos custos e a aumento do frete.

(Por Leonardo Goy)