Índice fecha na máxima em mais de 7 anos com impulso de InBev

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015 14:41 BRT
 

Por Atul Prakash

LONDRES (Reuters) - O principal índice europeu de ações fechou no maior nível em anos nesta quinta-feira, com o papel da Anheuser-Busch InBev impulsionando o setor de alimentos e bebidas, após a maior cervejaria do mundo anunciar dividendos maiores e um plano de recompra de ações.

A ação da belga InBev subiu 3,1 por cento depois que a empresa propôs um dividendo de 3 euros para 2014, um salto o ano anterior, quando o dividendo foi de 2,05 euros, e detalhou um plano de recompra de ações de 1 bilhão de dólares.

O índice FTSEurofirst 300, que reúne as principais ações europeias, fechou em alta de 1,02 por cento, aos 1.557 pontos, maior nível de fechamento em mais de sete anos.

O mercado também foi impulsionado pelo rali de ações de mineradoras. O índice de matérias-primas da Europa avançou 0,65, com preço do cobre atingindo a máxima em seis semana. O zinco e o alumínio também subiram.

"Os preços dos metais industriais provavelmente chegaram ao fundo do poço. Eles têm estado em uma fase de estabilização nas últimas semanas. Assumimos que a pressão de baixa sobre as ações ligadas a matérias-primas acabou por ora", disse o estrategista de ações do UniCredit, Christian Stocker.

"Gostamos de mineradoras de um ponto de vista tático, já que as margens estão se recuperando rapidamente e os preços parecem relativamente atraentes", acrescentou.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,21 por cento, a 6.949 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 1,04 por cento, a 11.327 pontos.   Continuação...