Bovespa fecha quase estável com elétricas limitando pressão negativa da Vale

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015 17:11 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Bovespa fechou praticamente estável nesta quinta-feira, com o avanço das ações do setor elétrico ajudando a compensar o efeito negativo da queda dos papéis da Vale e de empresas do setor de educação.

De acordo com dados preliminares, o Ibovespa encerrou com variação negativa de 0,09 por cento, a 51.765 pontos. Na mínima, o índice chegou a recuar 1,2 por cento. O volume financeiro somava 5 bilhões de reais.

O avanço nos papéis de empresas elétricas, com o índice do setor em alta de 2,5 por cento, era atribuído à redução de posições vendidas com especulações sobre dados melhores de chuvas, o que tiraria pressão da parte de geração, enquanto novas tarifas também trariam alívio às distribuidoras de energia.

No caso da Vale, as preferenciais acusavam queda de 3,87 por cento, após a mineradora ter divulgado prejuízo líquido de 4,761 bilhões de reais no quarto trimestre de 2014.

(Por Paula Arend Laier)