Óleo e Gás diz que pode devolver campo de Tubarão Martelo

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015 18:50 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A companhia petrolífera Óleo e Gás Participações afirmou que a forte queda nos preços do petróleo nos últimos meses obrigou a empresa a reavaliar a viablidade econômica do campo de Tubarão Martelo, algo que pode culminar com a devolução do ativo à Agência Nacional do Petróleo (ANP).

"Em virtude da queda vertiginosa do preço do petróleo (...) a companhia se viu impossibilitada de obter os financiamentos necessários para garantir o incremento da produção", do campo de Tubarão Martelo, informou a Óleo e Gás em comunicado ao mercado.

Diante do quadro, a empresa contratou uma empresa especializada para elaborar uma previsão independente da produção do campo e, a partir desta estimativa, os conselhos das companhia envolvidas vão "avaliar se as medidas de redução de custos implementadas ou em negociação serão suficientes para manter a continuidade da operação do campo e decidirão por sua manutenção, pela desativação temporária das instalações de produção ou pela devolução para a ANP".

A autarquia deu prazo até o próximo dia 8 de março para a Óleo e Gás reapresente um plano de desenvolvimento do campo.

(Por Alberto Alerigi Jr., edição de Luciana Bruno)